Gabriel (SP) – “O meu trabalho é importante”

Arquivo 24-08-16 16 08 56

Gabriel Felipe Ortega Cazuza dos Santos, 31, e trabalho dos 10 anos, faz quase 21 como catador. Tem hora que vicia, se a pessoa gosta do que faz, não para mais. Eu gosto do que faço, é onde encontro minha paz, é com as carroças. Comecei porque peguei gosto, sai com o meu tio uma vez pra pegar latinha, gostei e fiquei nisso. Depois da divulgação do Pimp começaram a separar mais os resíduos e também estão escutando nós catadores, antes não escutavam quando explicávamos pra eles, e hoje eles têm interesse no que temos pra falar. Sim, depois que o Pimp começou a nos expor e dar uma atenção ao nosso trabalho o lixo que é jogado na rua já está bem separo, diferente de antigamente, e até nos dão atenção quando falamos sobre a reciclagem, mas a mudança só valeu em relação aos resíduos, a nossa pessoa não.  Eu acho o meu trabalho importante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *