Kelson (São Paulo)

Kelson

[por SP Invisível]

Tá um pouco pesado, mas dá pra puxar, precisa de ajuda não. Eu só não tiro foto do meu rosto, mas tira uma aqui de costas bem maneira mostrando a carroça. Não tô devendo nada, é que não gosto mesmo, tem um monte de foto aqui no celular, mas tudo dos meus filhos e da minha mulher.

Eu puxo a carroça quando eu tô desempregado, saio lá da Brasilândia e venho aqui pra Barra Funda, onde é minha clientela. Tenho que trabalhar que nem louco pra manter meus 4 filhos enquanto eles estudam direitinho. Eu tenho um de 7, uma de 6 e dois de 1 que vieram juntos. É de boa, cato os reciclados mais pra eles do que pra mim.

Meu nome é Kelson, não bebo, não fumo, isso faz muito mal e eu também já tive um histórico ruim de bebida na família. Meus pais se separaram por causa disso e meu irmão morreu de cirrose.

Por dia eu consigo uns 50, 60 reais, dá pra pagar o pão de cada dia pra eles, mas queria conseguir um emprego de carteira registrada pra ajudar mais. Vocês tem meu celular aí, se surgir alguma coisa de interessante, pode me ligar. Trabalho de qualquer coisa!”

Veja o post publicado por SP Invisível aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *