Luz, câmera e…carroça! Conheça os documentários estrelados por catadores

A nossa luta é dar visibilidade aos catadores de materiais recicláveis e não estamos sozinhos nessa. Alguns produtores transformaram estes agentes ambientais em personagens principais de grandes documentários.

Fizemos uma seleção de alguns curtas que retratam o cotidiano de um catador, uns chegaram a concorrer ao Oscar, no ano 2011.  Prepara a pipoca e confira a lista, vale a pena assistir:

Catadores de história

Este curta foi dirigido por Tânia Quaresma e relata o cotidiano de catadores do aterro do Jóquei, em Brasília. O curta mostra o processo de separação de material no aterro até chegar na coleta seletiva.

O documentário foi exibido na 49º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro.

catadores-de-historia

Catadores de Sonhos

Dirigido por Homero Flávio e Ursula Vidal, a história é sobre a mobilização dos catadores de Aurá contra o fechamento do segundo maior lixão do Brasil. A decisão prejudicaria cerca de 1800 famílias que sobrevivem deste trabalho.

O curta registra a luta destes catadores e como a ação mudou a agenda política nacional de resíduos sólidos do país.

CatadoresdeSonhos_Logotipo_web504x504px-2

Generosa

Recentemente um grupo de alunos do EJA CIEP de Alegrete, Rio Grande do Sul, lançou o documentário “Generosa”, que fala sobre o cotidiano da catadora gaúcha Marta Rosane Alves Siqueira. O filme, inclusive, ganhou o II Cinecamp – Festival de Cinema Escolar em Santa do Livramento, na categoria de melhor documentário.

Além do prêmio, a catadora Marta recebeu o Troféu Geminar, indicação feita apenas a mulheres que contribuíram parte da sua rotina em ações positivas para a sociedade.

marta-1

Lixo extraordinário

Além de algumas premiações, a produção do artista plástico Vik Muniz  teve indicação ao Oscar 2011 por melhor documentário. O documentário fala da jornada do Muniz na coleta de resíduos recicláveis para customização de obras e artes e a convivência com os catadores de um dos, maiores aterros sanitários do país, localizado na região periférica de Duque de Caxias, RJ.

Entre as obras produzidas, incluem também a famosa reprodução do catador Tião Santos, presidente da Associação dos Catadores do Aterro Metropolitano do Jardim Gramacho.

filmes-brasileiros-que-concorreram-ao-oscar-4

Matéria prima

Diante uma metrópole responsável por impulsionar o PIB brasileiro, existem profissionais que ainda estão marginalizados na visão social dos moradores. A produção e direção de Márcia Lima fala sobre os desafios daqueles que tiram o seu sustento do lixo.

cats

O Homem do saco

Quem nunca ouviu dos pais “se fizer malcriação o homem do saco vem te buscar”? Diante deste contexto, os diretores Rafael Halpern, Felipe Kfouri e Carol Wachockier mostra que os rapazes qualificados como pessoas ruins são, na verdade, trabalhadores que procuram na coleta de recicláveis o sustento deles e/ou da família.

Produzido por Blackout Produções Digitais, o documentário recebeu o Prêmio de Melhor Curta pela escolha do público na 5ª Mostra ECOFALANTE de Cinema Ambiental – 2016.

16142503_1253114184767968_5559230703030922750_n

Somos todos catadores

A narrativa aborda, sob o ponto de vista dos catadores, assuntos voltados ao trabalho, renda, acidentes, doenças e outros assuntos que envolvem os catadores do Aterro de Godin, em Campos dos Goytacazes e, em alguns lugares em São Paulo também.

cats

O documentário é dirigido por Tiago Quintes, produção de Érica Almeida e, dividido em duas partes.

Parte I: https://www.youtube.com/watch?time_continue=1&v=AcgnIiYLh0M

Parte II: https://www.youtube.com/watch?v=0Cyyqfpwn9o

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *