Ronaldo (Curitiba)

[por Kmuflados]

“Eu me vejo, debaixo da ponte, às vezes sem um centavo no bolso. Mas tenho paz. E às vezes, quando to com muito dinheiro, eu to perturbado com um monte de gente mandando em mim. Eu tenho que seguir regras, correr no relógio… Aí perde a paz, perde a liberdade. A vida é boa pra quem sabe viver. Se tá ruim num lugar, a gente muda. No outro tá melhor.

Minha vida é bem sofrida. Não tenho muito estudo, não tenho profissão nenhuma, to vivendo apenas, tenho saúde. […]
Ninguém e perfeito, mas a gente pode, com o passar do tempo, pegar a perfeição. Exige muita oração e muita união também. […]
O meu plano daqui pra frente é trabalhar, ter uma casa e uma  vida normal.”

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *