São Paulo – Edna – “Gentilezas geram mais gentilezas”

Arquivo 06-09-16 18 17 01

Edna, 55 anos, eu sempre fui cozinheira e depois de certo tempo ninguém contrata mais depois dos 40 anos, né, então optei por trabalhar como catadora logo depois que me separei do meu primeiro marido. Trabalho há 15 anos como catadora autônoma, claro que não dá pra você comprar uma Lamborghini, mas também não morre de fome é só ter coragem de levantar às 4h, tem dias que a gente ganha 10, 20, 50 e por aí vai. Já, muitas vezes e espero que mude um dia, é muito preconceito com algo que a gente vem fazendo para o benefício de todo mundo, as pessoas ainda tem a cabeça muito fechada. Sim, eu gosto do meu trabalho, porque conheço muitas pessoas, às vezes eu passo na rua, dão um bom dia ou boa tarde, um sorriso, oferecem um café e isso pra mim já vale a pena, são essas pequenas gentilezas que geram mais gentilezas. Todos precisam ter mais consciência do que estão fazendo, saber pegar o lixo que é reciclável e separar do resto de comida, que também é aproveitável,  você pode transformar em adubo e não será mais necessário usar esse tanto de veneno que tem por aí.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *